Resenha: Strawberry Fields Forever.

IMG_20140616_233051Um belo dia passeando com uma amiga na livraria me deparei com um livro de capa linda e de nome marcante pra uma fã de Beatles: Strawberry Fields Forever do escritor Richard Zimler. Foi meu primeiro livro do autor e hoje vou falar sobre a nada mole vida de Teresa, a protagonista desse livro.


Strawberry Fields Forever, Ilha Teresa e The Beatles.

20140624_215938

Se você ler o resumo na contra capa do livro talvez você ache que Teresa não tem uma vida fácil, lendo o livro, você tem certeza disso e ainda constata que é mais difícil que se imaginou.

Vamos ver as coisas como elas são: ter 15 anos num país estrangeiro e não ter lugar nenhum para onde fugir significa estar naufragado em nossa própria ilha particular, a milhares de milhas de qualquer lugar onde pudéssemos querer estar. Ilha Teresa.

Teresa é uma menina de 15 anos que se mudou juntamente com a família de Lisboa e foi viver em Nova York. Desde então ela precisa se virar nos trinta com relação ao novo idioma, novas pessoas e novos lugares. Além disso seu pai no inicio do livro esta doente e internado em um hospital e a mãe deixa provado de várias maneiras que Teresa e seu irmão menor estão empatando sua vida. A unica coisa boa na vida de Teresa é o amigo Angel, um brasileiro de nascença, que além de gay é obcecado pelos Beatles.

Como Tereza se encontra na adolescência, confusão e insegurança a definem. Ela acha que só é boa no basquete, achar que nunca fará amigos, que não vai conseguir conversar com a mãe e etc.  Teresa vai narrando como é estar sob sua pele, envolvida pelos tipos de lembranças, pensamentos e metas que a cercam. Seu maior objetivo agora é ajudar Angel a lutar contra o bullying gerado pela sua homossexualidade, mas uma série de fatores parecem empurrar Teresa cada vez mais pro fundo de seus pensamentos.

Caminho atolada nas águas de um oceano marrom-escuro e estou entregue a mim mesma. […] E o que mais me assusta é que o desejo.

20140624_220209O livro é um grande diário da Teresa ou uma grande narração de vários eventos (tendo o ápice em um passeio de Teresa e Angel ao Memorial Strawberry Fields Forever no Central Park), você escolhe como interpretar o livro, eu acho melhor pensar nele como um grande diário. O ritmo da narração é bem frenético, se você se distrair na leitura, vai se perder, pois Teresa vai ligando fatos e historias conforme ela quer explicar e lembrar dos acontecimentos. Mas eu acho que isso é de proposito, como se o autor quisesse ressaltar os traços de uma mista confusão características da adolescência em forma de narrativa.

Apesar das várias referencias aos Beatles, o livro tem partes chatas ( no caso, a Teresa é chata as vezes), mas o livro é bom. Vale ser lido e a capa é a coisa mais linda que eu já vi esse ano na livraria.


strawberry-fields-forever-richard-zimler-ligia-brasauskas-livro-600Titulo: Strawberry Fields Forever
Editora: Galera Record
Autor: Richard Zimler
Paginas: 272
ISBN: 9788501097545
Ano: 2013

 

Anúncios

Um pensamento sobre “Resenha: Strawberry Fields Forever.

  1. Bommmmm, tenho os dois pé atrás com qualquer coisa de Beatles porque simplesmente não consigo gostar dos caras.
    Pra ser sincera, Across the Universe foi algo que me encantou pela forma como trabalhou as músicas ao longo da trama. Veja bem: odeio musicais e não gosto de Beatles, então eu tinha que odiar a parada, mas por algum motivo bizarro e inexplicável, acho incrível e ouço a soundtrack. Fazêoquê. 😛
    Beijoca 😛 Só vim encher o saco, ahuehae

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s