A minha predestinação à Franqueza com Divergente.

C360_2013-12-04-13-59-20-546

Adoro sagas, ainda mais quando tem uma distopia, porém quando deu o grande burburinho com relação a Divergente ir para as telas de cinema eu não tinha a minima vontade de comprar um exemplar pra ler, e foi bem nessa época que o Kindle apareceu pra mim. Então baixei a trilogia de Veronica Roth e li o primeiro volume e vou falar um pouco sobre ele e minhas expectativas.

Divergente.

20140602_091437O livro de passa numa Chicago futurista, onde a sociedade se divide em cinco facções – Abnegação, Amizade, Audácia, Franqueza e Erudição, considerado por todos um sistema perfeito, onde quem é da Abnegação governa o estado (afinal eles não são corruptos), a Amizade é essencialmente uma facção das fazendas, a Audácia é equivalente as forças armadas, a Franqueza é só pra ser bocudo e a Erudição é a facção “vilã” pois quer tirar a Abnegação do governo e ter direitos quanto a isso – e não pertencer a nenhuma facção é como ser invisível ( As Vantagens de Ser Invisível…).

Beatrice, a nossa protagonista, cresceu na Abnegação, mas o teste de aptidão que todo jovem passa aos 16 anos para saber para qual facção vai, revela que ela é, na verdade, uma divergente, não respondendo às simulações conforme o previsto.

A jovem deve então decidir entre ficar com sua família ou ser quem ela realmente é ou então ficar sem facção alguma. Ela escolhe a Audácia, indo contra toda a família e lá começa um intenso treinamento físico e mental.

 

E é ai que começa também o nosso treinamento físico e mental. Praticamente 80% do livro é só esse treinamento, misturado com um romance (pra mim, meio forçado) entre Tris (nome que Beatrice adota após sua inicialização na Audácia) e Quatro, um instrutor da Audácia que esconde alguns medo e segredos.

 

20140602_091450O leitor conhece só o real motivo de toda a historia rapidamente, quando aparece a vilã Jeanine, líder da Erudição, e mentora do plano maligno de derrubar a Abnegação do poder e ser a dona de tudo. E quando se sabe sobre isso, a mesma, ocupa poucas páginas do livro, o que é chato, pois adoro autores que exploram os vilões ao máximo. Então acho que um foco maior nela venha nos próximos volumes.

 

E o grande clímax do livro, no caso, a primeira tentativa maligna de Jeanine de dominar o mundo, acontece muito no final do livro, depois de umas 300 paginas de marasmo. E ai quando o negocio começa a ficar bom, acaba.

 

Não considero Divergente um livro todo ruim, não ele tem a escrita bem simples o que faz com que a leitura seja rápida e fácil de ser compreendida, e a autora foi muito criativa na hora de descrever lugares e até mesmo na criação de máquinas futurísticas e tudo mais. Só acho que não é um bom livro pra começar uma grande distopia, ainda mais depois do massacrante sucesso de Jogos Vorazes.

 

Não vou deixar de ler meus outros livros por causa dos próximos volumes: Insurgente e Convergente. Se Divergente tivesse me pegado de jeito, até deixaria, uma pena. Mas não quero deixar a saga sem terminar de ler.

O Filme.

Divergentchar1-1000x921Ainda não vi o filme, até tive vontade de ver quando saiu nos cinemas, mas foi só um segundo e passou. E o grande motivo disso se chama Kate Winslet (um dia ainda faço um post bem puxa saco da melhor atriz da atualidade nos últimos 10 anos).

Outro motivo é a atriz protagonista,  eu não consigo ver esse carisma que todo mundo vê na Shailene Woodley (espero perder essa opinião com A Culpa é das Estrelas) e esse Zé Ninguem que interpreta Quatro não é nada com que eu almejei no livro e nem Jeanine é o que o que o livro te passa fisicamente ela.

Enfim, dia desses coloco o filme nas metas e ai comento sobre ele no Instagram ou na página do Facebook do blog. =D


111562410SZTitulo: Divergente
Editora: Rocco
Autor: Veronica Roth
Paginas: 504
ISBN: 9788579801310
Ano: 2011

 

Anúncios

2 pensamentos sobre “A minha predestinação à Franqueza com Divergente.

  1. Divergente.

    Olha, quando a Rocco lançou o primeiro, admito que eu tava propensa a ler essa coisa aí, mas depois fui perdendo a vontade (que nem vc com o filme, deu vontade e passou). Daí lançou o segundo, o terceiro e… o filme. Eu fui ver com o Diego porque ganhamos os ingressos numa promoção,a ehuaeuhea. Minha expectativa tava TÃO BAIXA que eu até me diverti com o filme, mas sei lá, acho que vou ficar só com as adaptações.

    Vida é muita curta pra eu me prender a esse aí, AEHUEAHUHAE.

    Beijo!

    • Pois então. . Não foi uma coisa “ohhhhhhhhhh” como com Hunger Games.. acho que termino a saga por consideração.
      No caso, ele é livro pro Kindle.. aquele que tu não quer ter livro físico mas baixo pro kindle.. hahahahaha

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s